Segurança Contra Incêndios em Edifícios

Segurança Contra Incêndios em Edifícios - Medidas de Autoproteção

Medidas de Autoproteção

Os incêndios representam uma séria ameaça a pessoas, edifícios e ao ambiente. Todavia, é possível reduzir o risco de incêndio e seus danos, implementando um conjunto de Medidas de Autoproteção que se focam numa acrescida segurança.

Quer se trate de uma nova construção ou de um edifício já existente, o importante é implementar um conjunto de Medidas de Autoproteção que não só reduzam as possibilidades de um incêndio ocorrer, como, no caso de acontecer, saber exatamente como agir, minimizando perdas humanas e materiais.

São procedimentos de utilização dos espaços e têm como finalidade a prevenção de incêndios, a manutenção das condições de segurança e a adopção de medidas perante uma situação de emergência.
Se por um lado, visam garantir que os equipamentos e sistemas de segurança contra incêndios estão em condições de ser operados permanentemente, por outro, asseguram que estes são utilizados correctamente, para que, em caso de emergência, os ocupantes abandonem o edifício em segurança.

São constituídas por:

  • Medidas Preventivas
  • Medidas de Intervenção em caso de Incêndio
  • Registos de Segurança
  • Formação
  • Simulacros
O responsável pela garantia da segurança, através da implementação de Medidas de Autoproteção, é:

  • O proprietário do edifício ou recinto;
  • A entidade responsável pela exploração do edifício ou recinto;
  • As entidades gestoras, no caso de edifícios ou recintos disporem de espaços comuns, espaços partilhados ou serviços coletivos, sendo da sua responsabilidade limitada aos mesmos.

São obrigados a implementar as Medidas de Autoproteção, todos os edifícios e recintos, tanto novos como os existentes. No entanto, aos edifícios habitacionais (Utilização-Tipo I) apenas estão obrigados a implementar Medidas de Autoprotecção nos espaços comuns das 3ª e 4ª categorias de risco.

O INFEIRA disponibiliza um conjunto de soluções nas áreas da Consultoria e Formação Profissional (Consultar Plano de Formação) para que possa cumprir a Legislação atualmente em vigor e, mais importante, minimize os riscos de incêndio e perdas humanas e materiais.

A experiência da nossa equipa de consultores e formadores, aliada às inúmeras parcerias, permitem-nos a implementação das Medidas de Autoproteção em edifícios e recintos, mesmo os classificados nas 3ª e 4ª categorias de risco.