Programa InterCork – APCOR

Cortiça APCOR

InterCork – 21 Milhões de euros para promover a cortiça

“O programa InterCork – Promoção Internacional da Cortiça –, o maior projecto de comunicação desenvolvido até à data para a promoção da cortiça, vai ser apresentado, no próximo dia 26 de Março, pelas 10h00, nas instalações da Associação Portuguesa de Cortiça (APCOR).

A sessão contará com a presença do secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Rui Pedro Barreiro, do secretário de Estado Adjunto, da Indústria e do Desenvolvimento, Fernando Medina, do gestor do Compete – Programa Operacional Factores de Competitividade -, Nelson de Souza, e do presidente da APCOR, António Rios de Amorim.

O evento tem como objectivo apresentar as acções de comunicação a desenvolver de forma individualizada e ajustada a cada mercado-alvo e que vão utilizar as mais diversas ferramentas de comunicação disponíveis, tais como: Marketing Relacional, Direct Marketing, Design gráfico, Web design, Redes Sociais e Internet, Relações Públicas e Publicidade, entre outras.

Algumas acções a destacar:

• 12 Gabinetes de Imprensa para informar sobre a cortiça;
• Cortiça terá presença nas redes sociais como Facebook, Twitter, Youtube, etc, com filmes virais em vários mercados, e desenvolvimento de aplicações para o iPhone;
• Novo “look and feel” para o Web-site da APCOR;
• Reino Unido: Lord Puttnam – conselheiro ambiental do Governo Inglês e realizador de filmes como “A Missão” – será a voz da cortiça;
• França: campanha de publicidade disruptiva afirma: “Cortiça muitas vezes imitada, mas nunca igualada”;
• Alemanha e Reino Unido – acções nas grandes superfícies;
• Rússia: cortiça passará a ser um produto sugerido no “Querido mudei a casa”;
• Presença nas principais feiras mundiais de vinho e decoração e organização de seminários e workshops para os profissionais dos sectores;
• Visitas de jornalistas e líderes de opinião a Portugal dos vários países.

Com um orçamento total de 21 milhões de euros, o Intercork contará com 12,5 milhões de euros para a promoção da rolha de cortiça, chegando a países como França, Itália, Reino Unido, Alemanha e EUA. Os públicos-alvo a atingir são o consumidor, a grande distribuição (Hiper e supermercados), a indústria vinícola, os líderes de opinião, organismos profissionais (escolas e associações de enólogos, escanções, produtores vinícolas, etc.), media (vinícola, lifestyle, turismo, gastronomia), distribuidores e importadores e universidades/laboratórios.

No caso dos materiais de construção e decoração, e com um orçamento de seis milhões de euros, a campanha chegará aos EUA e Canadá, Alemanha, Rússia, Japão, Bélgica, Holanda, China e Emirados Árabes Unidos e a públicos como arquitectos, engenheiros, designers, decoradores, retalhistas, importadores e distribuidores, escolas técnicas, universidades, centros de design, consumidor final e media especializado.

Está, ainda, previsto um orçamento de 2,5 milhões de euros para desenvolver acções transversais a todos os mercados como a criação e produção de suportes de informação e comunicação, a reformulação do sítio da APCOR, a elaboração de conteúdos e fotografias que possam servir de base para as campanhas, assim como recolher e organizar toda a informação que será gerada durante o InterCork.

As acções de comunicação a ser apresentadas são o culminar de meses de trabalho, cujas fases passaram por delinear a estratégia a seguir, preparar o concurso internacional, analisar e adjudicar as propostas.

Registe-se, ainda, que este projecto tem uma participação pública de 80 por cento do Compete – Programa Operacional Factores de Competitividade, sendo que os restantes 20 por cento são financiados por fundos privados, essencialmente de associados da APCOR e de associações e empresas de cortiça nos diferentes mercados.”

Fonte: APCOR