Certificação de Entidades Formadoras - INFEIRA

CERTIFICAÇÃO DE ENTIDADES FORMADORAS

Serviço 1 – Elaboração, Gestão e Submissão do Processo

  • Desenvolvimento de um conjunto de 3 etapas que vão desde a reunião de preparação de todo o processo, até à efetiva submissão da candidatura.

Etapas do serviço de apoio à Certificação DGERT


  • Reunião de preparação:
    • Nomeação de responsável que efetue o contacto direto com a Infeira;
    • Análise do cumprimento dos requisitos.
  • Levantamento da documentação:
    • Análise e levantamento da informação existente;
    • Levantamento de documentos e procedimentos em vigor.
  • Definição das áreas temáticas de atuação (certificação);
  • Constituição da estrutura formativa;
  • -Conceção do modelo de organização e atuação para a atividade formativa;
  • Planificação da atividade formativa;
  • Informação sobre o sistema e requisitos de certificação e elaboração da documentação de suporte;
  • Adequação do modelo de atuação com os requisitos de certificação e ajustes necessários;
  • Adequação do sistema à NP 4512:2012 “Sistema de Gestão da Formação Profissional” ou NP EN ISO 9001 – Sistemas de Gestão da Qualidade
  • Preenchimento da candidatura na plataforma existente na área reservada da DGERT
  • Submissão da candidatura

Serviço 2 – Auditoria ao Processo

  • Realização de uma Auditoria à candidatura antes da sua submissão, sugerindo os pontos a melhorar/alterar (quando elaborada com recursos internos da empresa cliente).

Serviço 3 – Consultoria durante o Processo

  • Consultoria de apoio/acompanhamento à elaboração da candidatura (quando elaborada com recursos internos da empresa cliente).

Serviço 4 – Auditoria Interna ao Processo de Certificação

  • A partir de Setembro de 2015, a DSQA dará inicio ao seu Plano de Auditorias de Manutenção da Certificação de Entidades Formadoras, relativa a 2015. Disponibilizamos o serviço de Auditoria Interna ao Processo de Certificação, sugerindo os pontos a melhorar/alterar em relatório de auditoria, com vista à obtenção de aprovação na auditoria de manutenção da certificação a levar a cabo pela DGERT.
  • Reconhecimento de qualidade no mercado;
  • Acesso ao financiamento público para a formação;
  • Isenção de IVA nos serviços de formação;
  • Dedução de despesas com formação profissional no IRS.
  1. Situação devidamente regularizada em matéria de constituição e registo;
  2. Ausência de suspensão ou interdição de exercício de atividade;
  3. Inexistência de dívidas por regularizar relativas a apoios financeiros comunitários ou nacionais;
  4. Situação tributária e contributiva regularizada perante a Administração Fiscal e Segurança Social.
  • CONCEIÇÃO PINTO – Gestora da Formação (Pós graduação em Gestão da Formação): 14 anos de experiência na execução, gestão e acompanhamento de projetos formativos e processos de acreditação/certificação pela DGERT; acompanhamento na implementação e certificação do referencial normativo – ISO 9001; Auditor Interno Sistemas de Gestão da Formação NP 4512 certificada pela SGS.
 
 

Verificação